Meu Nome É Jacque
Quero organizar uma sessão

Ainda não entendeu como funciona uma sessão no Videocamp? Clique aqui!

Documenta filmes Apresenta:

Meu Nome É Jacque

12 anos 2016 72 min

pt-br

en

É possível baixar o arquivo deste filme para sessões Videocamp. Organize sua sessão clicando aqui.

Ver trailer
Jacqueline Rocha Côrtes é uma mulher transexual brasilleira que vive com Aids. Militante pelos Direitos Humanos e ativista a favor da causa das pessoas que vivem com HIV e Aids, Jacque tem a vida marcada por lutas e conquistas, seja em sua vida pessoal, como ativista de movimentos sociais, representante do governo brasileiro ou como funcionária na Organização das Nações Unidas. Hoje casada e mãe de dois filhos, mora numa pequena cidade onde leva a vida voltada para a maternidade e a família. Ao acompanhar o cotidiano de Jacque e revisitar sua trajetória, o filme aborda a diversidade e a essencialização do ser humano, e apresenta os inúmeros desafios que foram rompidos pela personagem, levantando uma reflexão sobre o preconceito, a homolesbotransfobia e a identidade de gênero

Dirigido por

Angela Zoé

Produção

Documenta Filmes

Coprodução

Globo Filmes e Globo News

Patrocínio

--

Apoio Oficial

Sistema Firjan, Ancine, UNAIDS, ONU MULHERES, Ministério da Saúde, Governo do Brasil

Categoria

Documentário

4,5 Avaliação
64 Sessões
1,07 K audiência
1,07 K aud.total
  • Online (YouTube, Vimeo, etc)
  • Sessões Públicas via VIDEOCAMP
  • Cinema
  • Sob Demanda (iTunes, Now, etc)
  • Outras mídias (DVD, Blu-ray, mídia kit, etc)

Críticas

“Sentimentalismos fáceis, simplificações e bandeiras políticas rasteiras costumam ser problemas bastante recorrentes nos filmes que tratam de transexualidade e a Aids. Felizmente, “Meu Nome é Jacque” não cai em nenhuma destas armadilhas dramatúrgicas. Se tivéssemos de traduzir o documentário em uma única palavra, ela seria “Dignidade”.”

por Celso Sabadin ver matéria completa

“O documentário-obra, que equilibra a emoção natural e nunca manipulando o sentimentalismo, e que é dirigido por Angela Zoe (produtora de “Betinho - A Esperança Equilibrista"), comporta-se como uma “peça" intimista, caseira, espontânea, linear, de arquitetura clássica (devido à narrativa de livres depoimentos) e altamente necessária-obrigatória nos dias de hoje.”

por Fabricio Duque ver matéria completa

“O que o documentário Meu Nome é Jacque mostra é a vida de uma pessoa igual a tantas outras, mas única no seu jeito e forma de ser. E é justamente por essa universalidade compartilhada com individualismo que tal obra se torna tão pertinente. É apenas um filme, mas poderiam ser muitos. E reconhecer essa verdade é seu maior mérito.”

por Robledo Milani ver matéria completa

“O filme tem um roteiro de edição primoroso, que dinamiza os relatos orais com imagens sugestivas, intimistas, quando não deliciosamente metafóricas. Mas esse tratamento sensível e atencioso nada seria se Angela Zoé e sua equipe não tivessem diante de si formas de vida e pessoas tão inspiradoras.”

por Carlos Alberto Mattos ver matéria completa
Leia mais

Extras

Vídeos

Pílula MNEJ - Trabalho

Documenta Filmes

Pílula MNEJ - Acampando

Documenta Filmes

Pílula MNEJ - Brincando de Padre

Documenta Filmes

Ver todos os vídeos

Pílula MNEJ - Trabalho

Documenta Filmes

Pílula MNEJ - Acampando

Documenta Filmes

Pílula MNEJ - Brincando de Padre

Documenta Filmes

Ver todos os vídeos

Comentários

Ficha completa

Meu Nome É Jacque (2016)

Classificação etária: 12 anos

Descritores de conteúdo: Conteúdo Sexual, Linguagem Imprópria

É possível baixar o arquivo deste filme para sessões Videocamp. Organize sua sessão clicando aqui.

Dirigido por Angela Zoé

Produção Documenta Filmes

Coprodução Globo Filmes e Globo News

Patrocínio --

Apoio Oficial Sistema Firjan, Ancine, UNAIDS, ONU MULHERES, Ministério da Saúde, Governo do Brasil

Categoria Documentário

Tema Direitos Humanos Questões de gênero Sexualidade

ODSs ODS 3 - Saúde e Bem-estar

Áudio e Legenda

Audio Portuguese BR

Legenda English

Closed Caption --

Audiodescrição --

Linguagem de Sinais --

Sinopse

Jacqueline Rocha Côrtes é uma mulher transexual brasilleira que vive com Aids. Militante pelos Direitos Humanos e ativista a favor da causa das pessoas que vivem com HIV e Aids, Jacque tem a vida marcada por lutas e conquistas, seja em sua vida pessoal, como ativista de movimentos sociais, representante do governo brasileiro ou como funcionária na Organização das Nações Unidas. Hoje casada e mãe de dois filhos, mora numa pequena cidade onde leva a vida voltada para a maternidade e a família. Ao acompanhar o cotidiano de Jacque e revisitar sua trajetória, o filme aborda a diversidade e a essencialização do ser humano, e apresenta os inúmeros desafios que foram rompidos pela personagem, levantando uma reflexão sobre o preconceito, a homolesbotransfobia e a identidade de gênero