Flores do Jardim
Quero assistir agora

Ainda não entendeu como funciona uma sessão no Videocamp? Clique aqui!

EGBÉ - MOSTRA DE CINEMA NEGRO DE SERGIPE Apresenta:

Flores do Jardim

Livre 2014 10 min

pt-br

Não é possível baixar o arquivo deste filme. A sessão da obra só pode acontecer em locais com conexão à internet. Organize sua sessão clicando aqui.

Conjunto Jardim, periferia da grande Aracaju, é caracterizado pela caricatura da mídia policial de Sergipe. Flores do Jardim nasceu da necessidade de se criar uma voz que rebatesse a mídia que tanto estigmatiza a comunidade em que a escola está inserida. Criando assim, uma polifonia onde cada um se reafirma como protagonista dessa estória, uma nova estória contada por eles.

Dirigido por

O filme é de autoria coletiva por ser resultante de um processo de 3 meses de oficina do projeto Inventar com a Diferença na Escola Estadual Julia Teles, localizada em Sergipe.

Coprodução

--

Patrocínio

--

Apoio Oficial

--

Categoria

Documentário

5 Avaliação
0 Sessões
0 audiência
0 aud.total
  • Online (YouTube, Vimeo, etc)
  • Sessões Públicas via VIDEOCAMP
  • Cinema
  • Sob Demanda (iTunes, Now, etc)
  • Outras mídias (DVD, Blu-ray, mídia kit, etc)

Comentários

Ficha completa

Flores do Jardim (2014)

Classificação etária: Livre

Não é possível baixar o arquivo deste filme. A sessão da obra só pode acontecer em locais com conexão à internet. Organize sua sessão clicando aqui.

Dirigido por O filme é de autoria coletiva por ser resultante de um processo de 3 meses de oficina do projeto Inventar com a Diferença na Escola Estadual Julia Teles, localizada em Sergipe.

Produção EGBÉ - MOSTRA DE CINEMA NEGRO DE SERGIPE

Coprodução --

Patrocínio --

Apoio Oficial --

Categoria Documentário

Tema Direitos Humanos Questões sociais Questões raciais

ODSs ODS 4 - Educação de Qualidade, ODS 10 - Redução de Desigualdades

Áudio e Legenda

Audio Portuguese BR

Legenda --

Closed Caption --

Audiodescrição --

Linguagem de Sinais --

Sinopse

Conjunto Jardim, periferia da grande Aracaju, é caracterizado pela caricatura da mídia policial de Sergipe. Flores do Jardim nasceu da necessidade de se criar uma voz que rebatesse a mídia que tanto estigmatiza a comunidade em que a escola está inserida. Criando assim, uma polifonia onde cada um se reafirma como protagonista

dessa estória, uma nova estória contada por eles.