Dedo na Ferida
Quero organizar uma sessão

Ainda não entendeu como funciona uma sessão no Videocamp? Clique aqui!

CALIBAN Apresenta:

Dedo na Ferida

Livre 2017 97 min

ptseveral

ptenes

É possível baixar o arquivo deste filme para sessões Videocamp. Organize sua sessão clicando aqui.

Ver trailer
"Dedo na Ferida" trata do fim do estado de bem-estar social e da interrupção dos sonhos de uma vida melhor para todos, em um cenário onde a lógica homicida do capital financeiro inviabiliza qualquer alternativa de justiça social. Milhões de pessoas peregrinam em busca de melhores condições de vida enquanto a perversão do capital só aspira a concentração da riqueza em poucas mãos. Neste cenário de tensões sociais, artistas e intelectuais lutam para transformar o mundo levantando temas como os fim dos direitos sociais, o desemprego, o mercado e o consumo. A arte se converte em ferramenta de mudança social provocando discussões que não interessam aos 1% mais ricos.

Dirigido por

Silvio Tendler

Produção

Maycon Almeida

Dayane Hamada

Coprodução

--

Patrocínio

--

Apoio Oficial

--

Categoria

Documentário

5 Avaliação
58 Sessões
1,38 K audiência
1,38 K aud.total
  • Online (YouTube, Vimeo, etc)
  • Sessões Públicas via VIDEOCAMP
  • Cinema
  • Sob Demanda (iTunes, Now, etc)
  • Outras mídias (DVD, Blu-ray, mídia kit, etc)

Comentários

Ficha completa

Dedo na Ferida (2017)

Classificação etária: Livre

É possível baixar o arquivo deste filme para sessões Videocamp. Organize sua sessão clicando aqui.

Dirigido por Silvio Tendler

Produção Maycon Almeida Dayane Hamada

Coprodução --

Patrocínio --

Apoio Oficial --

Categoria Documentário

Tema Direitos Humanos Economia Política

ODSs ODS 1 - Erradicação da Pobreza, ODS 8 - Trabalho Decente e Crescimento Econômico, ODS 16 - Paz, Justiça e Instituições Eficazes

Áudio e Legenda

Audio Portuguese, Several

Legenda Portuguese, English, Spanish

Closed Caption --

Audiodescrição --

Linguagem de Sinais --

Sinopse

"Dedo na Ferida" trata do fim do estado de bem-estar social e da interrupção dos sonhos de uma vida melhor para todos, em um cenário onde a lógica homicida do capital financeiro inviabiliza qualquer alternativa de justiça social. Milhões de pessoas peregrinam em busca de melhores condições de vida enquanto a perversão do capital só aspira a concentração da riqueza em poucas mãos. Neste cenário de tensões sociais, artistas e intelectuais lutam para transformar o mundo levantando temas como os fim dos direitos sociais, o desemprego, o mercado e o consumo. A arte se converte em ferramenta de mudança social provocando discussões que não interessam aos 1% mais ricos.